Existem 7 bilhões de pessoas no planeta, e presumindo que 5% sejam LGBTs, somos cerca de 350 milhões em todo o mundo. A maioria dos dados se refere a pessoas LGBT de modo legal abstrato, e não ao nível de felicidade dos indivíduos. Não se encontram dados mundiais comparados sobre a vida do ponto de vista do cidadão gay em parte alguma. Muitas vezes eles nos pedem ajuda. Mas o que vamos fazer?


Apresentando o Gay Happiness Index (GHI)


Combinamos três tópicos principais para gerar um ranking de felicidade dos gays:

Opinião Pública

Como os gays se sentem em relação ao modo como a sociedade encara a homossexualidade?

Comportamento Público

Como os gays sentem que são tratados pelas demais pessoas?

Satisfação Com a Vida

Qual o nível de autoaceitação e de satisfação dos gays com suas vidas?

País Posição GHI Opinião Pública Comportamento Público Satisfação Com a Vida Mudança de Situação de um ano para cá Pior/Mesma Coisa/Melhor Participantes
Escala de 1 - 100
Iceland 1 79 87 73 76 123
Norway 2 77 78 73 78 520
Denmark 3 76 78 71 78 469
Sweden 4 73 75 68 75 619
Uruguay 5 73 64 74 80 53
Canada 6 72 75 66 74 691
Israel 7 71 69 71 74 337
Netherlands 8 71 67 67 79 3012
Switzerland 9 70 66 67 77 3158
Luxembourg 10 70 65 66 78 283
New Zealand 11 69 69 65 74 168
Finland 12 69 67 66 74 664
Spain 13 68 65 65 74 3735
Germany 14 68 64 64 75 29325
Argentina 15 67 60 65 76 293
Thailand 16 67 62 68 71 1549
Belgium 17 67 62 64 75 2755
Czech Republic 18 66 59 70 70 545
Austria 19 64 57 62 73 2509
Australia 20 64 61 60 70 602
France 21 63 55 63 71 7047
South Africa 22 63 57 61 71 252
United Kingdom 23 63 62 60 66 1520
Andorra 24 62 55 64 66 25
Ireland 25 62 57 62 66 415
United States 26 61 57 58 67 1236
Malta 27 61 52 62 68 198
Réunion 28 60 50 61 70 43
Cuba 29 59 46 59 71 166
Costa Rica 30 58 43 56 74 70
Curaçao 31 57 41 64 65 22
Mexico 32 56 45 53 71 575
Portugal 33 56 44 59 66 504
Taiwan 34 54 45 63 55 172
Cambodia 35 54 40 59 62 56
Chile 36 53 38 55 66 142
Slovenia 37 52 35 61 61 396
Colombia 38 51 34 54 66 407
Brazil 39 51 37 53 64 673
Italy 40 51 27 62 63 9887
Philippines 41 50 40 53 57 4947
Estonia 42 50 29 58 62 286
Japan 43 50 27 61 61 194
Ecuador 44 50 33 54 62 136
Venezuela 45 48 29 51 65 215
Suriname 46 48 19 60 64 20
Slovakia 47 47 23 58 62 400
Bolivia 48 47 27 49 66 31
Hungary 49 47 22 58 59 2112
Djibouti 50 46 25 58 56 21
Poland 51 46 23 57 58 1988
Vietnam 52 45 32 55 48 218
Greece 53 45 21 56 59 2861
Madagascar 54 45 20 54 60 48
Panama 55 44 23 48 62 34
Peru 56 44 24 49 59 317
South Korea 57 43 18 55 55 83
Namibia 58 43 26 47 54 31
Croatia 59 42 22 52 52 560
Myanmar 60 42 22 50 54 52
El Salvador 61 42 17 48 60 23
Kuwait 62 42 19 52 53 46
China 63 41 25 54 44 512
Singapore 64 41 20 52 51 534
Romania 65 41 13 55 55 2482
Bulgaria 66 41 17 53 53 675
Nepal 67 41 21 55 46 56
Qatar 68 40 12 55 54 47
Guatemala 69 40 16 49 56 27
Latvia 70 40 12 53 56 289
Cyprus 71 40 17 51 52 351
Lithuania 72 40 15 49 56 242
Indonesia 73 40 17 57 46 867
Dominican Republic 74 40 21 45 53 61
Nicaragua 75 39 25 40 52 51
Mauritius 76 39 15 52 50 187
Malaysia 77 38 15 51 50 1421
Benin 78 38 24 46 45 52
Honduras 79 38 20 39 55 23
Belarus 80 37 9 52 51 117
India 81 37 16 46 50 7183
Turkey 82 37 15 45 52 1767
Ukraine 83 37 10 50 51 359
Oman 84 37 10 51 50 41
United Arab Emirates 85 37 9 51 51 260
Ivory Coast 86 36 15 47 47 116
Russia 87 36 10 50 50 1312
DR Congo 88 36 9 45 54 30
Serbia 89 36 12 51 45 1732
Sri Lanka 90 35 12 45 49 180
Tunisia 91 35 12 46 46 269
Montenegro 92 35 11 53 40 118
Moldova 93 35 9 49 45 101
Albania 94 34 11 46 46 66
Jordan 95 34 13 44 46 45
Brunei 96 34 13 52 38 21
Georgia 97 34 11 46 44 78
Uzbekistan 98 33 4 49 47 20
Lebanon 99 33 10 43 46 132
Azerbaijan 100 33 8 45 46 41
Saudi Arabia 101 33 8 45 45 201
Bosnia-Herzegovina 102 33 8 45 46 419
Macedonia 103 33 10 46 41 246
Morocco 104 33 10 44 44 738
Algeria 105 32 9 45 44 330
Kenya 106 32 11 39 47 111
Maldives 107 32 10 48 39 37
Senegal 108 32 10 45 41 112
Mali 109 31 10 48 36 21
Zimbabwe 110 31 6 36 50 22
Tanzania 111 30 8 37 44 41
Bangladesh 112 30 9 36 44 48
Pakistan 113 30 13 37 40 47
Armenia 114 30 5 45 39 44
Egypt 115 29 7 37 44 180
Kosovo 116 29 11 36 40 51
Burkina Faso 117 29 6 40 41 22
Kazakhstan 118 29 5 37 44 81
Ghana 119 27 13 36 33 85
Cameroon 120 27 11 32 37 186
Iran 121 26 10 31 36 65
Nigeria 122 25 6 32 37 92
Iraq 123 24 13 33 26 26
Kyrgyzstan 124 22 7 26 33 20
Ethiopia 125 22 6 32 27 31
Sudan 126 20 6 27 26 29
Uganda 127 20 6 23 30 25



Heatmaps detalhados baseados em geodados

Sabemos que a situação varia dentro do mesmo país; as circunstâncias de vida dos gays que moram na cidade e dos que moram no interior costumam ser diferentes. Graças à tecnologia moderna, podemos pedir aos participantes seus geodados. Assim podemos mostrar os resultados com mais detalhes do que nunca.


Fatos Interessantes

Clique em qualquer gráfico para visualizá-lo em tamanho real.

Os dados são livres

Somos uma companhia comercial privada. Não somos cientistas e não nos vemos em posição de tirar conclusões próprias. Tornamos disponível a todos a versão completa dos dados de GHI para que todos tirem suas conclusões.

Methods

A pesquisa foi feita em 25 idiomas e direcionada a todos os usuários da plataforma PlanetRomeo (cerca de 1.8 milhão). Esses usuários têm pelo 18 anos de idade e são majoritariamente gays ou bissexuais. A privacidade é garantida de todas as maneiras por um questionário anônimo, geolocalizações fortemente indistintas e apresentação de dados apenas em nível agregado. Para maiores informações sobre os métodos usados, por favor, leia o relatório completo.

Panorama

A luta pela felicidade e por direitos humanos fundamentais para pessoas LGBT é uma luta contínua. Estaremos, sem dúvida nenhuma, atentos aos desenvolvimentos e pretendemos repetir a pesquisa mais adiante.

Sobre o PlanetRomeo

O PlanetRomeo é uma comunidade internacional para sexo, amizades e amor voltada para gays, de propriedade de gays e conduzida por gays. Fazem parte da comunidade milhões de gays, bissexuais e transgêneros de todos os tipos: jovens e velhos, ricos e pobres, fora e dentro do armário.

Somos homens gays que vivem em Amsterdam, e, como tal, temos a felicidade e a sorte de desfrutar agora de muita liberdade. Temos o privilégio dessa liberdade graças às gerações anteriores que lutaram por igualdade no passado. Ao mesmo tempo, estamos cientes que, em mais de um terço de todos os países do mundo, pessoas LGBT são consideradas oficialmente criminosas, sendo passíveis de pena de morte em sete desses países.

Homens de todo o planeta entram em contato conosco regularmente por precisarem compartilhar as histórias de injustiças que sofrem.

"Eu sofri tanto bullying na escola que, mesmo sete anos depois, ainda tenho cicatrizes. Ainda me dói, eu queria acabar com a discriminação. Pessoas ao meu redor cometem suicídio. Nós não somos seres humanos? É estranho ver como são homofóbicas as pessoas que mandam no país."
(Akshat, 24 anos, Índia)
"Poucos meses atrás, fui agredido por ser gay. Os agressores queriam me matar por eu ser gay e por querer poluir a cultura. Eu consegui fugir e agora estou em Botswana, mas há desafios, pois o país também não recebe bem os gays. Estou escrevendo para seu escritório para perguntar se vocês podem me ajudar a conseguir paz e segurança."
(Anônimo, Quênia)
"Eu sempre achei o mundo um lugar bonito para todos, sem qualquer exceção. Percebi muito rápido que meu ponto de vista era totalmente ruim. Não me abro mais para as pessoas. Odeio sorrir. Não quero mais ver meus amigos da escola."

(Chris, 28 anos, Polônia)

115.000 homens gays nos contaram

Por causa da internet, comunidades gays online como o PlanetRomeo podem oferecer a homens gays um apoio que eles talvez não encontrem em parte alguma. Como estamos no coração de 1.8 milhão de homens em todo o planeta, temos acesso tanto ao público quanto aos meios para fazer essa pesquisa pela primeira vez. Incrivelmente, mais de 115.000 homens gays de todo o mundo participaram da pesquisa. Um excelente resultado, pelo qual agradecemos especialmente a esses homens! Começamos a pesquisa e colaboramos com a Universidade Johannes Gutenberg, de Mainz (JGUM), na Alemanha, que projetou um questionário cientificamente qualificado e executou a pesquisa.


Nosso Ponto de Vista

As coisas parecem estar melhorando na América do Norte e na América do Sul, bem como no sudeste da Ásia. São ótimas notícias! A Europa mostra grande diversidade, do "paraíso gay" (a Escandinávia) no noroeste ao "drama gay" (os Balcãs) no sudeste. África, Ásia Central e Oriente Médio são deprimentes, mas isso não é grande surpresa. No geral, ficamos dolorosamente chocados com o número de países onde a situação está piorando.

Fomos aconselhados por nossos Romeos a não pegar leve com líderes políticos homofóbicos. Portanto, sejamos diretos!

Faz décadas que a medicina e a psiquiatria modernas concluíram que homossexualidade não é doença. Todavia, parece que a liberdade de ser gay não é apenas questão de educação e tempo. Estamos bastante convencidos que tem a ver com a política. O ranking GHI correlaciona-se com a escala de sociedades democráticas e liberdade e a de países ditatoriais e violações dos direitos humanos.

Líderes políticos e religiosos de todo o mundo alegam defender valores familiares "tradicionais". Eles nos chamam de depravados, imorais e dizem que temos efeito negativo na sociedade. Por exemplo, "líderes" religiosos da Libéria e dos EUA nos culpam pelo ebola e por terremotos. Culpam o "ocidente decadente" por inserir valores gays em sua cultura com o objeitvo de minar e destruir seus países.

Ao procurar os 5 países que sofreram mudanças mais negativas encontramos Uganda, Quirguistão, Sudão, Nigéria e Etiópia no topo da lista. Todos esses países são conhecidos por sua postura negativa para com as liberdades humanas básicas em nossa sociedade. Observamos a mesma tendência negativa até mesmo em países europeus como a Rússia, a Turquia e a Hungria.

Mas os líderes responsáveis por esses países realmente se importam com a questão da homossexualidade? Ou eles a usam para desviar a atenção dos verdadeiros problemas do país? A história mostra que tiranos fazem de tudo para continuar no poder. É sempre fácil escolher um grupo minoritário para usá-lo como bode expiatório. Estimular a homofobia é um truque barato e conhecido para ganhar popularidade em uma sociedade apavorada e carente de educação.

Em nossa opinião, o GHI não trata apenas da felicidade dos homens gays, podendo ser visto também como um poderoso indicador do desenvolvimento geral de liberdade, justiça e segurança em determinado país. Torcemos para que o mundo enxergue esses líderes pelo que realmente são.

Quem propaga o ódio contra as minorias está atacando todos os valores humanos. Suas ações não indicam superioridade moral e sim o comportamento desesperado do ditador sedento por popularidade. Na prática, eles nos negam direitos fundamentais, forçam milhões de nós a ficar "dentro do armário", nos espancam, nos aprisionam e nos matam.

PlanetRomeo, maio de 2015



"A vida de um gay no Egito é como viver no inferno. Neste país os gays são muito maltratados, são presos e até mortos pelos pais."
(Bishoy, 22 anos, Egito)